Roberto de Lucena

Em seu terceiro mandato como deputado federal já enviou mais de R$ 91 milhões em recursos para o Alto Tietê

Postado em 9 de fevereiro de 2021

Um homem de fé e trabalho, assim pode-se definir o deputado federal pelo Podemos, Roberto de Lucena. Afinal, entre suas demandas como parlamentar ele ainda se divide como líder evangélico, sempre atuante por todo País, a partir de Santa Isabel e Arujá, sua casa.
Um exemplo de sua atuação é que Lucena figurou no ranking de parlamentares mais produtivos em 2020 na Câmara dos Deputados. Ainda no final do ano passado o deputado foi eleito presidente do Grupo Parlamentar Brasil-ONU, que tem como meta perseguir os ideais contidos na agenda 2030 da ONU, como erradicação da pobreza, promoção de saúde e bem estar e combate aos crimes que violam os Direitos Humanos. Há de ressaltar que, atuando desde 2011 no Congresso Nacional como deputado federal, Roberto de Lucena tem se destacado no Parlamento pela sua luta por justiça social e por suas posições claras em defesa da vida e da família.
Lucena busca o aperfeiçoamento da legislação brasileira para garantir o direito dos trabalhadores, aposentados e pensionistas; condições para um envelhecimento saudável e ativo da população; a transparência nas ações públicas e o combate à corrupção; entre outros temas.
Mas, dentre os maiores feitos do deputado para o Alto Tietê, em especial Arujá, está sem dúvida sua persistência para começar a tirar do papel o tão sonhado “hospital público”. Um grande passo de Roberto de Lucena foi garantir o empenho do valor de R$ 35 milhões para a construção, um sonho de décadas que teve em janeiro deste ano o edital de licitação do projeto executivo publicado pela Prefeitura de Arujá.
Além deste grande empenho, ao longo de três mandatos Lucena já indicou R$ 91.266.371,03 em recursos para saúde, educação, infraestrutura e outras áreas no Alto Tietê.
Confira abaixo a entrevista na íntegra com Roberto de Lucena.

1) Em seu terceiro mandato como deputado federal, do que o deputado mais se orgulha?
Representar as pessoas que nos confiaram o mandato sem abrir mão dos princípios que nos conectam com essas pessoas: a defesa dos valores cristãos, o combate à corrupção, o fortalecimento da cultura da transparência e o municipalismo, mecanismo pelo qual acompanhamos os problemas que afetam as pessoas e destinamos recursos para melhorar a vida da população.

2) Em qual fase se encontra o projeto do hospital?
A licitação para execução do Hospital Municipal de Arujá foi autorizada. A edificação do Hospital será possível graças ao nosso trabalho na obtenção de R$ 35 milhões junto ao Ministério da Saúde e graças ao empenho da administração municipal.

3) Além do hospital, quais as principais conquistas conseguidas pelo deputado para a região do Alto Tietê?
Ao logo desses três mandatos destinamos R$ 91.266.371,03 em recursos para Saúde, Educação, Infraestrutura e outras áreas. Temos lutado incansavelmente na área da saúde pela construção de hospitais de referência, como o Hospital da Mulher de Guarulhos para atender o Alto Tietê e o Brasil. Nosso trabalho tem se baseado na atenção merecida aos nossos municípios, conduzindo prefeitos aos Ministérios para tratar das questões mais pontuais e garantindo a execução de políticas públicas que contemplem a população.

4) Como tem sido o trabalho do deputado neste cenário de pandemia do novo coronavírus?
Temos acompanhado com toda atenção a questão da vacina. Lutamos e aguardamos ansiosamente por esse momento. Grande parte dos momentos mais difíceis desde o início da pandemia eu permaneci em Brasília, pronto para colaborar nas tomadas de decisões urgentes e necessárias.
Votei propostas importantes como o Orçamento de Guerra, o socorro emergencial, o socorro às empresas pequenas e médias, ao microempreendedor individual, a liberação de recursos para o enfrentamento ao Covid e outras matérias importantes. Junto à Bancada Paulista participei da indicação de R$ 129 milhões apenas nesse ano, principalmente para a área da saúde no estado de São Paulo, para diversas instituições como Santa Casa, Incor, Santa Marcelina, Graac, Hospital do Rim, Unicamp e outras.

5) Covid e Corrupção, como enfrentar esses dois inimigos da população?
A secretaria de Transparência da Câmara, do qual sou o coordenador, tem investido exatamente na conciliação desses temas, discutindo mecanismos para investigar possíveis desvios de verbas destinadas ao enfrentamento da COVID-19. A participação popular, a transparência, a defesa da coisa pública e a proteção à probidade são princípios inegociáveis e determinantes nessa luta.

6) Falando sobre a carreira na política, o deputado almeja concorrer a outros cargos políticos, como governador do Estado?
Estou concentrado nos desafios que precisam ser superados hoje. Estamos numa guerra contra a pandemia e, quando essa guerra findar, teremos muito a reconstruir. Temos um quadro de 15 milhões de desempregados hoje e um aumento das desigualdades sociais, variáveis que exigem que o País dialogue, se una. Hoje eu sei que meu lugar é exatamente onde estou, ajudando o Brasil. O amanhã a Deus pertence.

7) Como o senhor pretende contribuir com os municípios para que consigam vencer a pandemia e retomar a economia?
Em relação à pandemia eu não sou médico nem cientista, mas não vejo alternativa ao tratamento precoce e a vacina. Precisamos imunizar a população e o Governo terá todo o meu apoio como parlamentar para que isso ocorra. Quanto à recuperação econômica o investimento no potencial de cada município precisa ser exercitado para atrair investidores e gerar um ciclo produtivo que resulte em emprego e renda. Estou à disposição para ajudar através de reforço orçamentário, solicitações aos ministérios e para apoiar a população no que for preciso.
No macro precisamos acelerar as reformas administrativa e tributária.

DESTAQUE VAPT-VUPT

Vacina contra Covid-19:
Necessária e urgente

Um ídolo:
Jesus Cristo

Momento inesquecível:
A despedida de minha mãe, Eunice Alves de Lucena

Corrupção:
Uma mazela social, o inimigo número 1 do Brasil

Uma saudade:
Meu pai

Um sonho a realizar:
Um Brasil mais justo

O que mais lhe incomoda nas pessoas:
Arrogância

Se pudesse erradicar um problema no mundo, qual seria:
A fome

Deixe uma mensagem para os leitores:
Em 2021, tenha empatia, cuide do próximo e seja feliz!

Por: Ariane Barbosa
Foto: Raul Oliveira

Compartilhar

Outros Posts