Puberdade precoce

Postado em 26 de outubro de 2018

A puberdade precoce consiste no desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários antes dos 8 anos, no caso das meninas, e antes dos 9 anos nos meninos. Há indícios de que são cada vez mais numerosos os casos em que o início do processo puberal de amadurecimento esteja ocorrendo antes da idade considerada adequada.
Esse tema é cada vez mais comum e uma queixa cada vez mais frequente nos consultórios de pediatria e endocrinopediatria, sendo de extrema importância que o profissional saiba identificar um desenvolvimento puberal anormal e realizar o devido encaminhamento ou tratamento quando necessário.
A puberdade precoce é causada pelo aumento antecipado dos hormônios sexuais no sangue, seja porque a criança se expôs a algum hormônio ou porque suas glândulas passaram a produzir, por algum motivo, esses hormônios sexuais de forma precoce.
Os caracteres sexuais são identificados nas meninas quando se inicia o broto mamário (telarca) ou quando surgem os pelos pubianos (pubarca). Nos meninos, o que caracteriza o início da puberdade é o aumento do volume testicular e também o surgimento dos pelos pubianos. Tantas modificações corporais costumam gerar angústia nos pais, que se perguntam se elas não estão se manifestando muito rápido.
A puberdade que se inicia precocemente pode trazer prejuízos em nível de crescimento, ocasionando um mal prognóstico de estatura final ou até mesmo afetar questões psicológicas, trazendo transtornos de comportamento e até mesmo maior risco de abuso sexual, sendo que na grande maioria dos casos a criança pode não estar preparada psicologicamente para lidar com questões referentes ao início da puberdade.
O tratamento depende da causa. No caso da puberdade precoce central, ele consiste em injeções, mensais ou trimestrais, de um hormônio que faz a puberdade regredir. A expectativa é manter o tratamento até por volta dos 12 anos de idade óssea no caso das meninas, e 13 anos de idade óssea nos meninos, suspendendo a medicação e liberando o corpo para desenvolver-se, dessa vez na hora certa. Em alguns casos é necessário cirurgia para remover a causa do problema, que pode até se tratar de um tumor, em uma menor parte dos casos.
É muito importante os pais estarem atentos a esses sinais e procurarem um profissional capacitado no caso de dúvidas quanto ao crescimento e desenvolvimento puberal de seus filhos, pois a puberdade precoce, quando devidamente diagnosticada, pode e deve ser bloqueada a fim de evitar uma série de problemas futuros.

Por: Dra. Tamara Manfredi
Endocrinologista Pediátrica formada pela UNIFESP
CRM 151425
RQE 68422-1
Instagram: dra.tamaramanfredi

Compartilhar

Outros Posts