Lipoaspiração: O que é?

Postado em 28 de agosto de 2018

Apesar de boa saúde e da prática de exercícios físicos, algumas pessoas podem ainda ter um corpo com contornos desproporcionais devido a depósito de gorduras localizadas. Estas áreas podem ocorrer devido a características genéticas, falta de controle do peso ou de atividades físicas. A lipoaspiração pode ser usada para tratar acúmulos de gordura em várias partes do corpo, incluindo coxas, braços, abdômen, cintura, costas, peito, face etc.

Qual a diferença entre lipoaspiração e lipoescultura?
Não há diferença, uma complementa a outra. A lipoescultura é realizada após a lipoaspiração, onde utiliza-se parte da gordura aspirada para preenchimento de algum defeito ou depressão corporal, bem como aumento volumétrico de uma determinada área.

O que a lipoaspiração não vai fazer?
Esta cirurgia não é um tratamento para obesidade e não substitui a prática de exercícios físicos e bons hábitos. Os candidatos ideais são adultos, próximos de seu peso ideal, que tem a pele firme e com bom tônus muscular; indivíduos saudáveis e não fumantes.
A cirurgia deve ser realizada em ambiente hospitalar, com anestesista fazendo monitoramento durante todo o procedimento. A duração varia muito de cada paciente, mas pode chegar até 5 horas.

A lipoaspiração pode ser associada a outras cirurgias?
Sim, é comum a associação da lipoaspiração a outras cirurgias. É muito frequente a associação com a abdominoplastia, pois a lipoaspiração retira gordura e a abdominoplastia trata o excesso de pele e flacidez abdominal, o que torna as duas cirurgias complementares em alguns casos.

É necessário fazer drenagem pós-operatória?
A drenagem linfática ajuda a diminuir o edema (inchaço) e a evitar o acúmulo de líquidos abaixo da pele, sendo muito importante na recuperação da lipoaspiração.

Como é a recuperação?
A maioria dos pacientes retorna às suas atividades laborativas em aproximadamente 7 a 10 dias e às atividades físicas em torno de 30 a 60 dias, dependendo do tipo de trabalho, do tipo de atividade física e da evolução pós-operatória de cada paciente.
Devem-se utilizar malhas de compressão elástica e espumas modeladoras por um período de 30 a 60 dias, visando maximizar a aderência dos tecidos e acelerar a reabsorção do edema (inchaço) e remodelação corporal.
Assim como na maioria das cirurgias plásticas, o contorno final pode ser apreciado somente após a acomodação total dos tecidos e a reabsorção total do inchaço, que ocorrem geralmente após 3 a 6 meses.
A prática da medicina e da cirurgia não é uma ciência exata. Apesar de serem esperados bons resultados, não há garantia de perfeição. Importantíssimo sempre estar atento ao profissional, que obrigatoriamente deverá ser cirurgião plástico, com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Dra. Fernanda Zanetta
Cirurgiã Plástica com título de especialista pela Sociedade de Cirurgia Plástica
CRM:125272
RQE: 61795
www.drafernandazanetta.com.br

Compartilhar

Outros Posts