Lavar os travesseiros ajuda a combater o vilão das alergias: o ácaro

Postado em 1 de julho de 2019

Devido ao contato direto com o corpo, os travesseiros acumulam oleosidade, ácaros e pó após algum tempo de uso, além de apresentarem aparência amarelada. Nesses casos, fica a dúvida se devemos ou não lavá-los e qual a forma correta de higienizá-los.
O mais importante para realizar a lavagem é observar a etiqueta do fabricante com informações sobre produtos indicados e lavagem. Travesseiros podem ser lavados tanto à mão quanto à máquina, de acordo com suas características. Encontre o seu tipo de travesseiro abaixo:

Travesseiros de látex, visco elástico, molas e anatômicos
Devem ser lavados à mão dessa forma:
• Encharque o travesseiro em um tanque ou balde que o comporte;
• Esfregue bem com detergente neutro ou sabão líquido de sua preferência;
• Enxague totalmente;
• Aperte e não torça para retirar o excesso de água.

Travesseiros de pena de ganso ou plumas
Devem ser lavados a seco. Levar para a lavanderia é o mais indicado nesses casos, mas só submeta à lavagem especializada se puderem garantir a secagem completa do travesseiro.
Outros tipos de travesseiros
Podem ser colocados na máquina de lavar sempre na horizontal, no máximo dois por lavagem em ciclo suave, utilize sabão líquido e nunca em pó. Amaciante também pode ser utilizado.

Como secar os travesseiros
Depois de lavados, os travesseiros devem secar totalmente à sombra e em local ventilado. Antes da utilização, certifique-se de que está totalmente seco, pois a parte de dentro pode estar úmida ainda.

Não exponha seu travesseiro ao sol
O sol é um excelente agente de sanitização superficial, pois os raios-ultravioletas eliminam os micro-organismos da superfície exposta. Apesar disso, é um erro expor o travesseiro ao sol, pois a moradia dos ácaros e micro-organismos não é a superfície, e sim o seu interior.
Se o travesseiro for exposto ao sol, seu interior, ambiente repleto de umidade, resíduos de pele, gordura e secreções será aquecido. Essa elevação de temperatura causa aumento acentuado da proliferação de ácaros, fungos e bactérias, além de acelerar a pulverização das fezes e cadáveres de ácaros, elementos altamente alergênicos.
Troque seu travesseiro
Poucas pessoas sabem, mas os travesseiros possuem prazo de validade e precisam ser trocados. Para ter uma ideia, com seis meses de uso um travesseiro já contém cerca de 300 mil ácaros e, após dois anos, até 25% do seu peso é formado por ácaros vivos, mortos e suas fezes.
Mesmo um travesseiro com tratamento antiácaro, depois de certo tempo, terá sobre suas fibras internas um grande acúmulo dos dejetos citados, o que diminui a eficiência antimicrobiana.

Dica…
Como você aprendeu acima, lavar o travesseiro periodicamente é muito importante para a sua saúde e conforto, mas, se ficou em dúvida, pode recorrer aos serviços de uma lavanderia que oferecerá higienização e secagem segura.

Maria Lavadeira – unidade de Arujá
aruja@marialavadeira.com.br
Contato: (11) 4653-4910
*Fontes: Bebel Marrey Ferreira; Renata Federighi, consultora do sono da Duoflex, e Paula Roberta Silva, gerente da marca Dona Resolve.

Compartilhar

Outros Posts