Dias quentes de verão e os cuidados com os pets

Postado em 18 de março de 2020

Não é só você que sofre com o calor nos dias quentes de verão, o seu pet também sente a elevação da temperatura ambiente. Como os animais não apresentam glândulas sudoríparas para liberar o calor, eles precisam da ajuda de outras alternativas para diminuir a temperatura corporal. Os cães, por exemplo, transpiram através da língua, enquanto os gatos transpiram através das almofadinhas dos pés. Para evitar que seus pets sofram consequências com o calor, que tal aprender alguns cuidados essenciais para garantir a saúde destes animais em dias quentes? Confira as dicas:

Atenção com a hidratação
Humanos tomam água para poder repor o que foi perdido através do suor. Seus animais também precisam tomar água para repor o que foi perdido através da transpiração. Por mais que você não consiga perceber que seu pet está transpirando, tenha o cuidado de oferecer mais água para ele em dias de calor para garantir sua hidratação correta.

Faça passeios externos em horário de pouco sol
Se você vai levar seu pet para passear e tomar um sol, faça o que já é recomendado para proteger a sua pele: opte sempre por passeios antes das 10h da manhã ou depois das 16h, já que nestes períodos os raios solares estão menos intensos.

Pelos escuros atraem mais calor, assim como o excesso de pelos
Seu animal tem o pelo muito escuro? Fique atento já que ele pode absorver mais raios solares e, consequentemente, sentir mais calor. Ofereça muita água para seu pet e evite ao máximo caminhar com ele em períodos de sol forte. Se o seu animal tem uma pelagem excessiva (como acontece com alguns cães e gatos), talvez a tosa seja uma boa opção para protegê-lo no verão. Deixe os pelos longos para os períodos de outono e inverno.

Atenção com o chão muito quente
Você já reparou que andar em pisos quentes com os pés descalços pode ser extremamente desconfortável? Pois é, o seu pet pensa a mesma coisa! Por isso tome cuidado com o chão em que o seu bichinho pisará nos dias muito quentes, já que a temperatura pode queimar a pata do animal sem você nem mesmo perceber.

Não vá direto para o banho gelado após a caminhada
Muito cuidado com os banhos gelados para refrescar seu animalzinho após a caminhada. O ideal, para evitar um choque térmico, é levar seu pet para alguns minutos na frente do ventilador ou em uma sombra refrescante e, somente depois, colocá-lo em um banho com água mais fria.

Banhos refrescantes durante o dia podem ajudar
Se você não foi caminhar com seu pet, mas ainda quer ajudá-lo a refrescar, os banhos podem ser ótimas alternativas para dissipar o calor. Com a ajuda de uma bacia cheia de água, coloque seu pet lá dentro e use as mãos para espalhar algumas gotas no pelo do animal. Esta estratégia de banho é muito interessante para refrescar gatos, que não costumam gostar do contato com água.

Compartilhar

Outros Posts