Dermatite atópica: o que é?

Postado em 10 de setembro de 2019

A dermatite atópica é uma doença de pele crônica, inflamatória, não contagiosa, muito comum na população infantil mundial, podendo chegar, no Brasil, a uma incidência de até 8% nas crianças entre 5 e 6 anos de idade, tendendo a melhorar na adolescência e vida adulta.
A genética é um fator muito importante para o seu desencadeamento. Filhos de pais portadores de alergias respiratórias e cutâneas têm uma chance maior de desenvolvimento de dermatite atópica ao longo da sua vida.
Devido a uma alteração no gene Filagrina, responsável pela produção natural de hidratação da pele, os portadores desta condição tendem a ter uma superfície cutânea extremamente ressecada, o que leva ao aparecimento de lesões avermelhadas, ásperas, por vezes descamativas, localizadas principalmente em áreas de dobras. O prurido (coceira) é um sintoma muito frequente, o que leva ao risco maior de infecções locais, pelo ato da coçadura, bem como irritabilidade da criança.
Uma vez feito o diagnóstico, é de extrema importância a orientação dos familiares e cuidadores no sentido de que o uso de hidratante dermatológico específico diário se faz necessário para o sucesso do tratamento. Não menos importantes são as orientações quanto ao banho, que deve ser o mais rápido possível, água morna, não usar buchas e evitar ao máximo uso de sabonetes adstringentes, dando sempre preferência para um sabonete também hidratante.
A dermatite atópica é uma doença de pele que tem tratamento e seu controle melhora muito a qualidade de vida da criança e seus familiares. Busque sempre uma orientação de um dermatologista ou pediatra.

Por: Dra. Gabriela Capareli
CRM: 131.079 / RQE: 50304
Dermatologista com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia
formada pela Universidade Federal Fluminense
Especialista em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
Contato: (11) 3900-2602 / (11) 96844-9538

Compartilhar

Outros Posts