Clau Camargo

Primeira dama de Arujá

Postado em 7 de abril de 2021

Em um momento tão delicado como este que o mundo atravessa, a primeira dama do município de Arujá, a advogada Clau Camargo, tem um grande desafio: gerir o Fundo Social de Solidariedade.
“É um momento muito delicado, em que muitas famílias perderam o emprego ou a fonte de renda e, consequentemente, houve um aumento de famílias em situação de extrema vulnerabilidade. Aumentou a procura por alimentos, e os índices de doações diminuíram em razão das dificuldades que as empresas e pessoas físicas também estão enfrentando. Mas não vou desistir”, afirma a primeira dama, que começou a trabalhar aos 13 anos em Minas Gerais e aos 17 veio para São Paulo.
Clau conta que nesses três meses à frente do Fundo Social tem encontrado pessoas maravilhosas, com um coração gigante, com muita vontade de somar esforços para não deixar a fome bater na porta dos arujaenses. “É o que me motiva a continuar na busca por melhorias na vida da população”, ressalta Clau, que além do trabalho voluntário junto ao Fundo Social ainda se dedica à família e ao trabalho de advogada.
Por conta da pandemia, hoje uma das principais ações do Fundo Social é a campanha “Alimente Uma Vida”, para a qual os supermercados locais cedem o espaço para a arrecadação de alimentos. Clau também está expandindo a arrecadação para o Centro Industrial, fechando parcerias com os empresários. Além das arrecadações de alimentos para as famílias necessitadas, brevemente cursos on-line, em parceria com a ONG “Mãos que Ajudam”, também serão oferecidos.
“Para o futuro teremos os cursos presenciais como Culinária, Artesanato e Beleza, além de jantares e chás beneficentes. E um grande sonho de projeto futuro é arrecadar verbas para a criação de um Centro de Capacitação para os Jovens de Arujá”, conclui Clau Camargo.

Vapt-vupt
Ser mulher é?
Ser forte.

Segredo para o sucesso?
Resiliência.

Momento inesquecível?
Nascimento da minha filha.

Um sonho a realizar?
Criar em Arujá um Centro de Capacitação para os jovens.

O que mais lhe incomoda nas pessoas?
Pessoas acomodadas.

Se pudesse erradicar um problema no mundo, qual seria?
Eliminar o Coronavírus.

Deixe uma mensagem para os leitores da Destaque+, em especial, às mulheres:
Estamos vivendo um momento triste, com muitas famílias que perderam entes queridos; alto índice de desemprego e distanciamento social. O momento é de união e solidariedade com o próximo, ter um olhar mais sensível com a dor do outro. Um momento em que precisamos de equilíbrio, principalmente nós, mulheres, que temos várias atribuições. Não podemos deixar que os problemas nos dominem. Vamos ser fortes, tenho certeza que vamos vencer!

Foto
Studio Clara Fotografia

Compartilhar

Tags

Outros Posts